Arquivo

2 de junho de 2016

Posts em 2 de junho de 2016.

Livre para ser

Sabe, a vida não é tão difícil assim. Você pode sair pela manhã vestindo sua calça listrada e calçando seu chinelo de dedo sem receio, depois voltar à noite com a blusa de linho amarrotada e com os cabelos despenteados sem medo da imagem que encontrará ao se observar no espelho. A vida é simples, todos irão reparar mas provavelmente ninguém irá se importar. É isso mesmo, você pode ser quem é ainda que não saiba ao certo.

Não, não me fale de cultura ou de intelectuais que passam seus dias iguais lendo Nietzsche e filosofando sozinhos sobre a importância de Deus em suas existências medíocres. Eles são contraditórios e não podem crêr em Deus e em Nietzsche ao mesmo tempo e, se pudessem, talvez seus dias não fossem tão monótonos assim. Preocupe-se apenas com o seu saber. Não importa a quantidade de coisas que se sabe mas sim o quanto elas nos são úteis.

Livre também para escrever

Livre também para escrever

Se expresse, você não precisa traduzir, apenas se fazer entender. Manter seus sentimentos escondidos dentro de si mesmo é desperdício, não faça isso com você. Nem com o resto do mundo, que ainda não aprendeu a enxergar o que quase sempre está bem diante de seus olhos. Há conforto em tudo o que você compartilha, até na tristeza. É a magia da matemática que faz, neste caso, a divisão resultar em subtração.

Vá além, não se contente com o lugar-comum. Haverá muita descoberta pelo caminho se você não se concentrar apenas em seu caminhar. E quando chegar ao seu destino faça logo sua escolha antes que se esgotem as opções. Então, quando até as coisas mínimas ganharem importância, você poderá sair pela manhã vestindo sua calça listrada e calçando seu chinelo de dedo sem receio.